Home SUPERBOY JORDAN GOLDWYN ROCKY GOLDWYN ALÍCIA RADAR
Home
SUPERBOY
JORDAN GOLDWYN
ROCKY GOLDWYN
ALÍCIA RADAR
TITAN GOLD CHIP
ALQUIMIA
Quem somos
SAUDADE LE
TETEIA OG
FABEL UTOPIA
Plantel Girol.
Plantel Gir
MAGNO SANSÃO
LACTAÇÃO
O Girolando
O Gir Leiteiro
contato

                               GIR LEITEIRO  
 
                          HISTÓRIA DA RAÇA

Criada em estado de pureza nas regiões indianas de Rayputana e Baroda em maior escala, mas também perfeitamente pura nas terras férteis das montanhas de Gir, ao Sul de Katiawar, a raça gir foi alvo de interesse logo de início para os importadores brasileiros. Considerada em sua própria região de origem como de dupla aptidão(trabalho e leite), a raça manteve e aprimorou seus atributos econômicos no Brasil. 

Com caracterização racial bastante peculiar, o gir se distingue pela pelagem vermelha ou amarela em combinações típicas da raça: gargantilha, chitada, rosilha e moura, sempre sobre pele bem pigmentada. O perfil craniano ultraconvexo(com fronte larga, lisa e proeminente) e marrafa bem jogada para trás(onde nascem os chifres de seção elíptica, achatada, grossos na base, saindo para baixo e para trás), completam com detalhes o padrão racial do gir. Sua natureza gregária e o temperamento dócil contribuíram para sua expansão no Brasil.

O tipo morfológico atende aos requisitos de um animal moderno produtor de carne e leite, ainda que tenham sido observadas linhagens que se destacam mais pela produção leiteira. Os controles oficiais apontam produções médias de 3.198 kg de leite(305 dias, 2 X), sendo comuns lactações acima de 4.000 kg ou até 5.000 kg leite/lactação. 

Algumas lactações oficiais já ultrapassaram a produção de 10.000 kg/leite. Por esse aspecto, a raça gir é a preferida para cruzamentos leiteiros, principalmente com a raça holandesa.

As crias nascem com um pequeno peso, o que não provoca problemas de parto. Não há registros oficiais de nenhum parto distócico dentro de raça gir. O peso médio ao nascer é de 24 kg para fêmeas, e de 26 kg para os machos, não obstante apresentem bom desenvolvimento e terminação rápida, desde que criados em um sistema de alimentação adequado. A habilidade materna das vacas gir constituem excelente fator de crescimento dos bezerros na fase pré-desmama.

                       Fonte: http://www.abcz.org.br/site/tecnica/racas/guz.php

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução do conteúdo deste site, desde que citada a fonte.
Site Map